Tag Archives: Lutero

O sentido da vida

29 abr

Desde os 13 ou 14 anos eu sempre senti muito conforto e alívio das minhas questões internas (além das escrituras) com C. S Lewis e Lutero. Não era com amigos meus, nem lideres e nem parentes, apesar da minha mãe incessantes vezes ter tentado e raros amigos se identificado.  Ninguém nunca me entendeu tão bem  e foram tão amigos meus quanto essas duas pessoas mortas a tanto tempo atrás. Em todas minhas crises de fé, toda falta de encaixe e todos arranca rabos denominacionais, toda dificuldade de entender o fluxo e a lógica e justiça de Deus e do porque as coisas para aquele que o segue de coração são tão mais difíceis, insuportáveis, e quase impraticáveis, eu aprendi vivendo e lendo que minhas crises existenciais, sempre tão diferentes  das demais pessoas ao meu redor que eu  julgava fúteis mas tanto invejava a leveza, eram absolutamente comuns a essas almas gêmeas mortas, que eram cheias de crise também.

Já na bíblia um dos salmos que eu mais gosto de quando eu era criança , e nos momentos de crise por ser o mesmo jeito realista que eu tenho de orar porque muitas vezes esqueço de ser grata e esperançosa, de olhar pra trás pra bendizer e ser grata em oração, é o salmo 88.

Depois de muitos anos eu li que ele é o salmo mais estranho da bíblia, já era de se esperar por ser o que eu mais gosto 😉 .      E os ao redor dele também por que eu não entendia o por que se uma criança tentava sempre fazer o certo(na época eu ainda me achava moralmente boa e moralmente justa) a vida dela era sempre mais cretina do que de qualquer outra criança que era perversa e fazia só o que dava na telha mas vivia tão feliz e despreocupada e quase sem problemas nenhum. Por que é tão difícil das menores até as maiores coisas pra o meu ser pequeno e pra minha família também? A gente sempre vivendo dramas mexicanos enquanto as outras famílias numa vida “light” e “tranks”?

Por que eu não entendia o Salmo 73 ainda, o salmo que a meu ver é a resposta a todooo o livro de Eclesiastes. Na verdade vira e mexe ainda volto a questionar se é isso mesmo, se pra todo filho de Deus nada nunca é tranquilo e ocorre sem maiores desastres. Mas a história (bíblica) prova que sim, de todos os “personagens” o único que escapou do pesado dedo do nosso Deus e viveu de suquinho de limão foi Salomão(que me lembro), que ironicamente foi o que pirou ao constatar toda injustiça e como as coisas na terra realmente funcionam, como a soberana justiça do Senhor realmente governa parecendo a nós tão injusta e vã assim como nós também pensamos. Não por petulância de achar que somos merecedores de qualquer outra coisa além de chamas eternas no lago de fogo, mas vendo pelo prisma de sim, somos imerecedores, quebramos os 10 mandamentos quase semanalmente e somos indignos se quer do olhar do nosso Deus então mesmo se ele nunca nos abençoar em nada é lucro, mas sim olhando pelo prisma de que somos pecadores indignos justificados, ora , se somos justificados e o único povo que ele escolheu nessa terra para se relacionar somos nós ele não deveria nos abençoar?

O rico e o lázaro dá a deixa:

Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.”lc 16:25

Não no sentido de acumulo de bens materiais e riquezas mas Deus não tem por que retirar o sol de sobre os que não são dele (injustos), o sol é sobre o bom e o mal, justo e o injusto mas ao ver a vida de todos os servos de Deus contando com os séculos de perseguição ao cristãos, sim, o Senhor aflige mais ao servo que ele ama, para forjar seu caráter nele e ser glorificado através disso. Ele não tem muito porque afligir o que não é seu servo e que não é seu, essa pessoa ao meu ver só receberá o mal do Senhor no que diz respeito a lei da semeadura, Deus irá cobrar a iniquidade dela sim e parte em vida mas a ira de Deus ela vai receber após a morte. Em vida se não for só o colher o que ela semeou não faz sentido, não faz sentido Deus corrigir quem não é servo e quem nunca será servo da mesma forma que ele faz a um servo (não excluindo os sofrimentos comuns da vida de qualquer pessoa que não é filho de Deus), essa pessoa viverá na sua própria iniquidade, sem correção e tamanha aflição como os servos recebem. Mas o problema é que os seus servos e os seus filhos na maioria das vezes correm desses momentos, seja não encarando de frente, cientes de que é da parte de Deus que procedem todos esses males e não da vida, do acaso, do cosmos e das dificuldades rotineiras mesmo. ,Não , é Deus, partiu dele, ou então desfalecendo por causa da pesada mão do Senhor e não terminando a carreira proposta cheia de aflições que não se podem comparar com a glória que em nós se revelará.

Eu sou do tipo que desfalecia, enfrentava de frente no sentido de que sabia que vinha da parte dele, e que era ou correção e repreensão dele por alguma coisa que eu semeei, ou para me afligir para me conformar com o caráter do seu filho e nesse segundo caso eu ainda não entendia muito bem o sentido da vida, de porque o pau quebra mesmo pra aquele que procede retamente, e vivia a indagar(ainda indago) como nos filmes “why? why lord?” então eu desfalecia.

Desfalecia! Não mais…

Ainda muito longe de nunca indagar e tomar palavras da boca de Paulo e me regozijar e ter a força e a alegria que minha mãe tem nas tribulações.

Mas agora abatida sim, mas não destruída.

😉

– Salmo 88

– Salmo 73

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: