Sobre o louvor

4 set

 

A s vezes eu me pergunto em músicas com letras tão fortes assim, será que eles realmente sabem o que estão cantando? Desconfio que não… E será que eu sei? Desconfio mais ainda. Mas uma coisa eu tenho aprendido ao longo dos meus anos de caminhada…. é preciso fazer sentido! Como boa questionadora que sou sempre procurei o sentido de todas as coisas e no louvor também não podia ser diferente então por isso não é a qualquer louvor que me adapto e consigo realmente por meu coração.

Porque o louvor é aquele momento que você tem de ver a Deus como ele é, no louvor seus medos são suprimidos, suas dificuldades dissipadas, seu orgulho desvanece, você se enxerga, se desnuda e se envergonha perante o único que você sabe que irá guardar seus segredos, vê o quão pequeno você é,  você se esquece também de muita coisa naqueles pequenos momentos, se lembra de outras muitas; como do passado, da sua regeneração, de todos os livramentos, de todo o auxílio e da poderosa mão que te levantou todas as vezes, do futuro; das suas necessidades do amanha…  e somos sobrenaturalmente preenchidos de confiança, de fé.

Essa é boa parte dos sentimentos que nos acometem na hora do louvor (quando ele está sendo sincero), mas a parte principal é que durante ele vpcê obviamente o louva, o bendiz, admira sua bondade, exclama ela, suas qualidades, observa seus grandes feitos, canta seus testemunhos, enaltece o caráter de Deus, e não é a toa e nem coincidência que quando você termina de fazer isso se sente leve como uma pena, totalmente sem medo de nada, livre de pressões, sem apreensões sobre o futuro, numa terna confiança porque você sabe quem ele é, você acabou de enxergar naqueles poucos minutos um vislumbre da grandeza desse Deus.

Se você ainda não consegue faze-lo de forma tão sincera e simples durante um culto público , não consegue simplesmente parar tudo e não pensar em nada que não seja no seu Deus, não consegue se desconectar, ser verdadeiro colocando seu coraçao mesmo naquilo não há do que se envergonhar, isso acontece por falta de prática( ou de interesse) e se há uma preocupação com relação a isso já se pode dizer que é meio caminho andado. Falta praticar, acho que 90% das pessoas em qualquer culto na hora do louvor fazem aquilo somente naquele momento, só nos dias de culto e nada mais. Isso não é o que Deus pretendia com relação ao louvor, com toda certeza isso não é estar louvando continuamente com nossos lábios.

Talvez pareça muito constrangedor ou você se sinta inicialmente como um tolo no seu quarto mas além de você orar e ler  separe um tempo e músicas pra você o louvar também, pode parecer exagero ou até mesmo coisa de velho ou xiitas neopentecostais, mas os salmos deixam bem claro… não meu caro, não é tolice. Tolice na verdade é você chegar ao céu para louvar a Deus por toda a sua eternidade sendo que você ainda não sabe como faze-lo e não sente prazer( e nem quer sentir) ao faze-lo.

Eu ainda não sei louvar, as vezes a única coisa que consigo fazer no louvor toda santa vez é chorar e tentar encontrar as palavras, ainda não sei também como orar, e a bíblia contínua ainda sendo um mistério pra mim. Mas estou treinando. Sem desistir, e toda vez tenho visto que tenho sido acrescentada um pouquinho mais, e que não vem de mim, vem dele. Deus é tão benigno e nós somos tão egoístas e centrados em nós que mesmo em um momento que é totalmente dele, totalmente voltado a olhar pra ele, adorar a ele, nós saímos nos sentindo beneficiados, porque a paz e a confiança que esses momentos nos proporcionam não há nada no mundo que pode nos proporcionar.  É um pouco parecido com a oração, mas o cerne do louvor não é clamar por bênçãos e fazer petições , embora a gente o faça e hoje em dia algumas músicas de louvor infelizmente só fazem isso, mas o objetivo é bendizer, agradecer, adorar, exaltar admirar, salmodiar, e vai…

Não é cantar umas dúzias de palavras bonitas que mexem com seu emocional, com a melodia bem envolvente e agradável aos ouvidos com letras de contrição e humildade sendo que seu coração não está naquilo, durante o dia a dia na sua caminhada cristã ele não é tudo que você quer, você durante o seu dia não se ajoelha perante a majestade dele nas situações que deveria, não o reconhece em todos os seus caminhos e só canta bonito aos domingos e logo fica entediado… o louvor se torna aquele momento de fingir espiritualidade ou tirar o pé do chão, e isso não é só uma peculiaridade da juventude… é claro que a gente vê com mais facilidade que muitas vezes  o que parece mesmo importar é se a escova feita no cabelo antes de ir para o culto está impecável para a jogada fatal de franja de 15 em 15 segundos, e o baixista que se sacode tanto pra ser visto e admirado pelas pessoas e pela mocinha da vez,  será que ele realmente consegue em meio a isso tudo se aquietar em sua alma e exaltar e louvar a Deus naqueles momentos?  É de se pensar… se não para Deus, para quem? Para quem é o louvor nos cultos hoje?

Disse e repito, se primeiramente não for no nosso quarto para ele, de coração com toda sinceridade, dificilmente será para ele em público.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: