A mosca

24 jun

Por Eduarda Toledo

Em 24 horas.
Na vida de mosca ela 24 horas tem para si,
Poderia então provar belas iguarias
Ou sofrer grandes avarias.
E você nesse caso, que escolherias?
Se uma mosca caiu na sua sopa,
Não a leve tão mal assim
Pois, que diria de ti?
Achei um exemplo em um mau tempo
Ou, achei um perdido parecido comigo.
Pois, quem conhece tudo?
Quem conhece os riscos?
Uma dessas saiu pelas florestas
Logo pôs se a voar com grande pressa
Usou de sua destreza,
Conheceu a natureza,
Deixou descendência,
Mas não pôde manter sua permanência.
Tempo de uns, tempo de outros,
Final comum. Desfaz-se como um sopro.
Que precisas reter ou ganhar
que o tempo não te possa levar?
Se não quiser sofrer as avarias
dispões em teu coração o bem
Precisas te aquecer nas noites frias,
Não leve tão mal a alguém.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: